EQUIPE

Henrique Fontes

Henrique Fontes

Natural de Manaus e radicado em Natal, é ator, diretor, dramaturgo e produtor. Formado em Comunicação Social e mestre em Ciências Sociais, ambos pela UFRN. Em 32 anos dedicados ao teatro, atuou em mais de 25 montagens. No Carmin, assina direção, dramaturgia, além de atuar em vários espetáculos. Com “A Invenção do Nordeste” foi vencedor dos prêmios: Shell-Rio de Melhor Dramaturgia; Cesgranrio de Melhor Espetáculo; Humor de Melhor Dramaturgia, Espetáculo e Direção; Botequim Cultural de Melhor Autoria e Questão de Crítica, todos em 2019. Como dramaturgo, tem 15 textos escritos e encenados. Como diretor, tem 15 trabalhos estreados.
Como produtor, tem como marco da sua carreira a co-fundação e atual presidência do Espaço Cultural Casa da Ribeira. Co-criou e produz, desde 2012, o Circuito Cultural Ribeira, a Virada Cultural de Natal e de 2014 a 2016 foi coordenador de articulação da incubadora RN Criativo, ligada a Secretaria de Economia Criativa do MINC.

Quitéria Kelly

Quitéria Kelly

Formada em Artes Cênicas pela UFRN, é atriz e fundadora do Grupo Carmin. Além de sua prolífica carreira nos palcos, em que se destacam os espetáculos “Pobres de Marré”, “Por que Paris?” e “Jacy”, a atriz participou na TV da primeira supersérie da Rede Globo, “Onde Nascem os Fortes”, dirigida por José Villamarim e Walter Carvalho, em 2018, e em 2019 viveu Neide, personagem de “Malhação – Toda Forma de Amar”, dirigida por Adriano Melo e Carlos Araújo e com autoria de Emanuel Jacobina. No Teatro, foi premiada como Melhor Atriz Coadjuvante pelo espetáculo “Barra Shopping”, no Festival Nordestino de Teatro de Guaramiranga, em 2005. Também recebeu o Troféu
Cultura Potiguar pela atuação nos espetáculos “Pobres de Marré” (2012) e “Jacy” (2013).
Sua estreia na direção teatral foi com o espetáculo “A Invenção do Nordeste”, que em 2019 foi a peça brasileira que angariou mais prêmios em território nacional.

Mateus Cardoso

Mateus Cardoso

Natural de Natal, formado em Comunicação Social com habilitação em Rádio e TV pela UFRN, especializado em Cinema pela Universidade Estatal Russa de Cinematografia (ВГИК – VGIK).

É ator, roteirista, dramaturgo, produtor e diretor. Participou como assistente de produção no longa- metragem “Наследники – Herdeiros”; do diretor Vladimir Ivanovich Khotinenko, realizado em 2015, em Moscou. Em 2016, assumiu a função de diretor criativo e roteirista da Casa da Praia Filmes, onde permanece. Em 2017, estreou como ator no Grupo Carmin no espetáculo “A Invenção do Nordeste”, tendo sido premiado em 2019 como Melhor Ator em Papel Coadjuvante no 13º Prêmio APTR de Teatro (Associação dos Produtores de Teatro do RJ). Como ator, também integra o elenco do repertório do Grupo Carmin nas peças “Jacy” e “A Invenção do Nordeste”.

Robson Medeiros

Robson Medeiros

Ator, graduando em Licenciatura em Teatro na UFRN. Em 2015 entrou no Grupo Carmin desenvolvendo pesquisa no espetáculo “Por Que Paris?”, e atualmente participa como ator nos espetáculos “Jacy” e “A Invenção do Nordeste”. Em 2017, recebeu o prêmio de Melhor Ator no 14º Troféu Cultura (RN) pelo espetáculo “A Invenção do Nordeste”. Em 2018, atuou no longa-metragem “Fendas” (2019) e na novela “Segundo Sol” (2018) da Rede Globo. No ano de 2019, continuou em circulação com o espetáculo “A Invenção do Nordeste” e recebeu mais o prêmio de Melhor Ator em Papel Coadjuvante no 13º Prêmio APTR de Teatro (Associação dos Produtores de Teatro do RJ).
Em 2020, segue nos projetos do Grupo Carmin e integrando o elenco do novo projeto, intitulado “Gente de Classe”, de estreia prevista para 2021.

Pedro Fiuza

Pedro Fiuza

Nasceu em Natal, em 1986. Estudou Rádio e TV na UFRN, onde também especializou-se em Cinema.
É sócio e fundador da Casa da Praia Filmes, na qual faz direção, roteiro e produção geral para ficções, documentários e videoclipes, trabalhando com formatos narrativos e institucionais, de curta e longa-metragem. Entrou no Grupo Carmin para pensar o audiovisual no teatro dentro do processo de montagem do espetáculo “Jacy” e, desde então, assina a Dramaturgia Audiovisual dos projetos do grupo, além de desempenhar outras funções como desenho de luz e assistência de direção.
Já dirigiu para publicidade e atualmente está se preparando para estrear na direção teatral.

Pablo Capistrano

Pablo Capistrano

Escritor, professor de Filosofia e Direito do IFRN – Campus Natal Central. Mestre em Metafísica e Doutor em Literatura pela UFRN. Fez estágio de pós-doutoramento em Filosofia Contemporânea na Universidade do Minho, em Portugal. Autor do romance “Pequenas Catástrofes” (2005), do conto “É Preciso Ter Sorte Quando se Está em Guerra (2011), das crônicas “Simples Filosofia” (2009) e “A Grande Pancada” (2013), do livro de poesias “Domingos do Mundo” (1998) e de ensaios. No teatro, divide a autoria dos textos dos espetáculos do Carmin: “Jacy”, “A Invenção do Nordeste” e “Gente de Classe”. Colabora em diversos jornais e sites de Natal, e de 2010 a 2012 participou de projeto de extensão e pesquisa “Portal de Cultura Potiguar”, pelo IFRN nos campus Santa Cruz e Zona Norte, no qual contribuiu com o levantamento de aspectos sócio-culturais e artísticos que compõe a cultura potiguar.

Mariana Hardi

Mariana Hardi

Nascida em Teresina-PI, reside em Natal-RN desde 1992. Formou-se em Turismo pela UERN, em Jornalismo pela UFRN, e especializou-se em Marketing. É realizadora de projetos culturais desde 2006.
Dentre as principais atividades que desenvolve estão: produção executiva, elaboração e gestão administrativa e financeira de projetos culturais e curadoria artística. Seu principal interesse é fomentar o mercado da economia criativa colaborando com a desconstrução da ideia de que este é um segmento insustentável. No Grupo Carmin, é produtora desde 2016.